TRILHA SONORA DO CASAMENTO

//TRILHA SONORA DO CASAMENTO

TRILHA SONORA DO CASAMENTO

A música para o casamento é um dos itens mais importantes, e os noivos devem cuidar com muito carinho e cuidado! Hoje vamos compartilhar com vocês algumas dicas bastante interessantes.

Com toda certeza a música pode garantir o sucesso e a animação da festa de casamento. É capaz de mandar seus convidados para casa com os pés cansados ou mais cedo do que o esperado. Encontrar a trilha sonora certa para o grande dia é uma questão bastante complicada. Vamos falar dos principais erros musicais que os casais de noivos cometem ao planejar o entretenimento musical do seu casamento.

1.Descartar a ideia de banda ao vivo antes da pesquisa

A primeira decisão é definir qual atração dever ter no grande dia: DJ, banda, ou os dois? Muitos casais optam por apenas ter o DJ como sua atração musical sem antes mesmo consultar uma banda, achando que fará economia com esta decisão.

Mais isto não é verdade, pois se analisar o custo benefício ter os dois é o mais indicado. Além disso, todos sabem o impacto que traz uma boa música ao vivo e o quanto irá elevar o nível da festa de seu casamento. Já imaginou em ter a energia da música ao vivo com a potência do som eletrônico? Noivinhos pensem nisso!!!

2.Começar a Cerimônia em silêncio

Os seus convidados vão chegando e se acomodando no local da cerimônia com uns 20 a 30 minutos de antecedência, mas esta espera pode parecer muito maior para todos se o ambiente estiver em silêncio.

Reserve a sua banda para a cerimônia começar a tocar para a recepção deles, 30 minutos antes de tudo começar, assim além dos convidados se distraírem, o clima romântico já irá tomar conta do lugar.

  1. Ignorar uma visita técnica

Dependendo do local do casamento, pode haver limitações tanto em relação ao formato de bandas que os noivos desejam como as especificações técnicas necessárias (quantidade de equipamentos necessários para sonorização, acústica do local, definição do melhor local da banda e DJ conjunto decoração). Seja qual for a opção musical contratada, a cerimonialista deve fazer uma visita técnica nos estabelecimentos da cerimônia e da recepção do casamento juntamente com os profissionais contratados.

4.Esperar até o casamento para ouvir a banda e/ou o Dj contratados
Quer saber exatamente o que a música escolhida para o grande dia soa na vida real (em vez de uma amostra gravada)? Marque um encontro com os músicos e com o DJ! É muito importante ver como é a performance dos profissionais contratados ao vivo, ver como agem e interagem enquanto tocam e cantam.

5.Musica muito alta que os convidados não conseguem ouvir uns aos outros

A recepção do seu casamento não são ambientes para volumes tão altos como o de festas. Um volume muito alto durante esses momentos só irão frustrar os seus convidados, principalmente os mais velhos da família, e tornar difícil a conversa entre eles. A cerimonialista ao finalizar o cronograma do grande dia, formaliza o pedido “pedidos de volume”, para não haver nenhum constrangimento.

Para a hora do coquetel e jantar, a música deve ser baixa ao som ambiente, com som instrumentais e baladas suaves. A música deverá aumentar para chamar todos os
convidados para a pista, como a canção final para o começo da festa. Para a festa, pista liberada pode sim aumentar e aí é só aproveitar.

6.Não separar o que não tocar do que o que tocar

Não assuma que a banda ou o DJ irão tocar somente as suas músicas favoritas. Sente-se com seu noivo e façam juntos uma lista de músicas “do-not-play”. Caso decida contratar uma banda, é recomendável checar o seu repertório antes mesmo de reservar; e certifique-se de dar-lhes tempo suficiente para rever as suas escolhas, caso tenham que adicionar uma ou duas músicas no repertório.

Quanto ao DJ, certifique-se de pedir o setlist antes do casamento. Além disso, peça-lhe que envie a lista “do not play”, pois normalmente eles possuem a liberdade de escolher o que tocam.

7.Escolha de músicas agitadas antes da hora

Não se pode agradar a todos, mas você pode deixar combinado com o seu DJ ou com a banda para manter a música conforme o ritmo da festa. Quando estiverem só vocês e os mais chegados na festa, sinta-se a vontade para tocar as músicas que eram inapropriadas um pouco antes.

8.Tocar apenas um estilo musical

Você pode amar verdadeiramente Bossa Nova, mas cinco horas deste estilo pode conduzir alguns convidados a irem embora mais cedo. Você está compartilhando este dia com familiares e amigos, então guarde aquela lista obscura de favoritos para a
playlist de sua lua de mel, e deixe a banda ou o DJ tocar um mix de músicas que todos
possam apreciar.

Não deixe os clássicos de fora: os mais velhos adoram, principalmente seus pais. E você sabe que no fundo, você também ama os clássicos.

Por Alessandra Silva

Por | 2018-10-23T13:06:32-03:00 outubro 23rd, 2018|Dicas|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixe um Comentário