DEFININDO O ORÇAMENTO DO CASAMENTO

/, Patrocínio e Região/DEFININDO O ORÇAMENTO DO CASAMENTO

DEFININDO O ORÇAMENTO DO CASAMENTO

 

 

Nós sabemos que a organização de um casamento é um grande projeto. São tantas tarefas e pequenos detalhes que os noivos se sentem perdidos, sem saber por onde começar. Mas com planejamento e uma ótima assessora é possível preparar tudo com segurança e tranquilidade ao longo de toda a jornada até a chegada do grande dia.

Ao mesmo tempo que os noivos querem que tudo saia perfeito neste dia tão especial, é preciso lidar com todas as questões burocráticas que pode ser uma tarefa muito complicada, não é mesmo? No entanto, o primeiro passo para começar o planejamento do casamento é saber fazer o orçamento. É ele que vai guiar os noivos na escolha dos fornecedores e na definição do tipo de festa que eles preferem. Além disso, um orçamento bem-feito evita brigas, o que ajuda os noivos a começarem sua caminhada com companheirismo e respeito.

A primeira coisa a se fazer é definir o quanto de dinheiro vão investir no evento.
O maior medo de muitos casais na hora do casamento é que a festa dos sonhos possa custar mais caro do que eles podem investir. Porém, o correto é definir primeiro o valor que poderá ser gasto e depois adequar a festa a este valor.

É importante também que o casal não abra espaço para mal-entendidos. Se alguma pessoa se disponibilizar a ajudar a pagar a festa, essa quantia deve ser estabelecida previamente, ou mesmo, os noivos podem sugerir que ele pague por um serviço específico, e tudo fica esclarecido entre o ajudante e os noivos.

Definido o valor, escolha o tamanho da sua festa. Fazer a lista de convidados é importantíssimo é o primeiro passo para que o casamento comece a ganhar forma. Com a lista em mãos comece a procurar pelo local da festa, olhe um local que atenda bem às suas necessidades e expectativas. Depois olhe a Igreja que comporte o número de seus convidados.

Após isso, comece a solicitar os orçamentos com os fornecedores. É neste momento que o casal vai ver se será necessário reduzir a lista de convidados para adequá-la ao orçamento estabelecido ou não. Vai uma diquinha aí, prefira se cercar das pessoas que você ama e que você realmente sentiria falta em seu casamento. Além disso, o serviço de RSVP é muito útil para ter noção de quantos convidados realmente estarão presentes.

É preciso pesquisar e fazer uma boa negociação, aqui entra o importantíssimo trabalho do assessor(a) que vai ajudar o casal nesse percurso de contratação dos fornecedores e que faz toda a diferença quando se trata de preparar um casamento inesquecível. O assessor(a) pega vários orçamentos com fornecedores com o perfil dos noivos para cada item da festa, como buffet, decoração, fotos, vídeo, som/banda e outros; Até encontrar o que melhor atenda o casal, tanto em serviços quanto no orçamento sem deixar de primar pela qualidade claro. Nesta etapa vale ressaltar que todo dinheiro economizado é bom, depois pode ser investido na lua de mel por exemplo.

Então vale planejar a contratação de cada serviço. O pagamento dos diferentes serviços presentes em seu casamento pode ser parcelado, mas, normalmente, exige-se uma entrada na assinatura do contrato e todo o restante dos serviços contratados deve estar pago até uma semana antes do evento. Por isso, reserve primeiro os serviços mais caros como decoração, buffet, banda, fotos, para obter opções de pagamento melhores. Uma atitude estratégica é saber quanto vocês podem gastar por mês com a festa, pois isso evita que entram em dívidas ou extrapole o orçamento.

Corte todos os gastos desnecessários. A festa de casamento é uma ótima forma de preparar os noivos para enfrentar fases difíceis no orçamento familiar. Durante sua preparação, tentem reduzir ao máximo de gastos desnecessários, como bares, restaurantes e compras para o dia a dia, e utilizem esse dinheiro para montar a nova casa, viajar para a lua de mel ou fazer a festa que vocês sonham.

Outro fator importante é não fazer empréstimos. Se a festa de casamento dos sonhos não cabe no bolso, não deixe que ela se transforme em um pesadelo que assombra a vida do casal por muito tempo — é melhor reduzir o tamanho da festa do que pedir um empréstimo e começar a vida a dois com dívidas.

Por mais que seja difícil fazer um planejamento do orçamento do casamento, dar esse passo com segurança evitará muito nervosismo e estress do casal. Vai ajudar e muito a começar a união com mais harmonia e estabilidade.
E não deixem de contratar um assessor(a) que entenda de gestão de eventos e respeite os gostos e a opinião de vocês noivos!

Um grande beijo!!!

Alessandra Silva – Assessora e Cerimonialista de Eventos

 

Por | 2019-10-25T08:48:59-03:00 agosto 28th, 2019|Dicas, Patrocínio e Região|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixe um Comentário